• Português (pt-PT)
  • +351 217 214 129
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Política Americana - Os Burkeanos de Brooklyn

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

O significado, o legado e o futuro do neoconservadorismo são, frequentemente, temas fervorosamente contestados. Mas a história do neoconservadorismo – particularmente a sua história inicial – tem sido considerado, há muito, uma área amplamente instituída.

De acordo com a narrativa prevalecente, os membros da primeira geração de neoconservadores – de entre os quais Irving Kristol é talvez o mais famoso – eram intelectuais de esquerda que surgiram a questionar e a rejeitar os dogmas do liberalismo progressivo durante os anos 60, especialmente em resposta ao radicalismo cultural dos movimentos de protesto estudantis e à ambição equivocada da Grande Sociedade. “Assaltados pela realidade”, como Kristol memoravelmente referia, eles embarcaram numa viagem em direcção à direita, explicando-se por via de publicações como a revista trimestral de Kristol, The Public Interest, ou a revista mental de Norman Podhoretz, Commentary. A sua heresia despertou a ira dos ex-camaradas de esquerda, um dos quais, o teórico político Michael Harrington, é tido como tendo sido o primeiro a aplicar-lhes o termo “neoconservador”, numa crítica à Public Interest desenvolvida num ensaio de 1973 na revista social-democrata Dissent.

e à sua esposa, a historiadora Gertrude Himmelfarb. Esta história envolve décadas de evolução intelectual e tem início bem antes dos empolgantes anos 60 com uma inclinação profundamente conservadora de compreender a vida moderna através da lente da tradição Anglo-Americana do pensamento político.

Partindo de um arquivo de material nunca antes em ambos os lados do Atlântico, podemos agora recontar uma história de longe mais minuciosa e precisa de Kristol, Himmelfarb e do seu contexto intelectual. Ao fazê-lo, podemos lançar uma nova luz tanto no ambiente intelectual da América do pós-guerra, bem como nas raízes da “persuasão” filosófica que transformaram, eventualmente, a política Americana.


1000 Characters left


We thank our sponsors for their kind and generous support:

Logo Jerónimo Martins

Logo Fundação Calouste Gulbenkian

Logo Grupo José de Mello

logo ucp iep lisboa

More Information

more information regarding sponsorships, please click here to access the form.

© 2022 Nova Cidadania. All Rights Reserved.
Desenvolvimento Angulo Sólido

Please publish modules in offcanvas position.